Genesis Live 2007

Genesis Live 2007

Genesis Live 2007

AmazingCounters.com

Genesis Live 2007

Turn It On Again: O tour foi uma turnê de 2007 de concertos pela Europa e América do Norte da banda de rock progressivo Genesis. A turnê foi notável com o retorno do baterista e vocalista Phil Collins, que deixou o grupo em 1996.

Turn It On Again: The Tour was a 2007 concert tour of Europe and North America by progressive rock band Genesis. The tour was notable for the return of drummer and vocalist Phil Collins, who left the group in 1996.

Genesis é uma banda britânica de rock progressivo formada em 1967, quando os seus fundadores Anthony Phillips, Peter Gabriel, Mike Rutherford e Tony Banks ainda estudavam na Charterhouse School. O grupo alcançou enorme sucesso nas décadas de 1970, 1980 e 1990.

Com aproximadamente 150 milhões de álbuns vendidos em todo o mundo, Genesis é considerada uma das mais importantes bandas de rock de todos os tempos. Sua carreira tem duas fases musicais diferentes. Na fase inicial, suas estruturas musicais complexas, instrumentação elaborada e apresentações teatrais a tornaram uma das bandas mais reverenciadas do rock progressivo na década de 1970. Criações clássicas da banda nesse período incluem a canção de 23 minutos “Supper’s Ready” do álbum Foxtrot de 1972, além do álbum conceitual de 1974 The Lamb Lies Down on Broadway. A partir da década de 1980, sua música tomou um caminho distinto em direção ao pop, tornando-a mais acessível para a cena musical.

Em 18 de outubro de 2006, a BBC anunciou que os membros do Genesis, incluindo Phil Collins, Mike Rutherford e Tony Banks, aceitaram reunir-se para uma turnê mundial e explorando a possibilidade de gravação de um novo material.

Era de Phil Collins

Steve Hackett deixou o Genesis em 1977. Na foto, o músico em 2005
Peter Gabriel deixou a banda em 1975 a seguir à digressão de divulgação de The Lamb Lies Down in Broadway por se sentir cada vez mais separado da banda, tendo o seu casamento e o nascimento do primeiro filho ajudado a aumentar essa tensão pessoal. Os outros membros do grupo escreveram praticamente todas as músicas do álbum, tendo Gabriel limitado-se a escrever a história e as letras sozinho. O primeiro álbum solo de Gabriel, Peter Gabriel I de 1977 continha “Solsbury hill”, uma alegoria à sua saída dos Genesis.

Após considerarem vários substitutos para Gabriel, decidiram que Phil Collins iria substituí-lo, mudando assim a forma da banda de um quinteto para um quarteto. Para surpresa de muita gente, Collins provou ser o vocalista ideal para a banda, já que havia quem achasse que a banda cairia na miséria sem Peter Gabriel. A Trick of the Tail e Wind and Wuthering, editados com um ano de intervalo um do outro, foram bem recebidos na generalidade, demonstrando que os Genesis afinal eram mais do que uma banda de suporte do seu ex-líder. Bill Bruford, acabado de sair dos King Crimson, juntou-se ao grupo na digressão de 1976 como baterista e mais tarde, Chester Thompson (veterano dos Weather Report e de Frank Zappa) tomaria conta da bateria nos concertos, deixando Collins livre para o vocal.

Em 1977 Steve Hackett deixou o grupo. Para o seu lugar foi chamado Daryl Stuermer. A saída de Hackett reflectiu no título do álbum seguinte And Then There Were Three, pois o grupo passara a ser um trio. Este álbum iniciou também outra grande alteração, com a banda a afastar-se das músicas longas e a entrar no formato mais curto e amigável para as rádios; este álbum conseguiu o primeiro single de êxito nos Estados Unidos com “Follow you follow me”. Seguiu-se Duke que atingiu a platina e que trouxe mais dois grandes êxitos para a banda, “Turn it on again” e “Misunderstanding”. O êxito dos Genesis pelos anos 1980 estava assegurado, embora muitos fãs da era Gabriel se sentissem alienados. Cada álbum tornava-se mais e mais comercial e as audiências aumentavam na mesma proporção.

Os concertos da banda aumentaram consideravelmente devido à sua aderência à tecnologia de ponta. Os Genesis foram a primeira banda a usar “Vari*Lites”, ecrãs gigantescos e o sistema de som “Prism”, todos eles agora, objectos normais em qualquer grande espectáculo.

Dois anos depois de lançar Abacab, em 1981, o álbum Genesis ainda trazia algumas composições próximas no progressivo como “Mama” e “Home by the Sea”, esta conhecida pelas duas versões, uma delas totalmente instrumental. Em 1986 é lançado Invisible Touch, até então o maior sucesso de vendas do público, com mais de 20 milhões de cópias vendidas. Hits como “Invisible Touch”, “Tonight Tonight Tonight”, a romântica “In too Deep” e “Throwing It All Away” pegam de assalto as paradas de sucessos de todo o mundo, além do bem-sucedido videoclipe de “Land of Confusion” na MTV. Nos fins dos anos 1980 e princípios de 1990, a banda tocava regularmente em grandes estádios por todo o mundo e em Julho de 1987, tornaram-se mesmo os primeiros a tocar quatro noites seguidas no estádio de Wembley. O álbum We Can’t Dance é lançado em 1991 seguido de exposição maciça na MTV graças aos hits ”I Can’t Dance”, “Jesus He Knows Me” e “Non Son Of Mine” além de gigantesca turnê em 1992. O nome do álbum, segundo a banda, foi uma auto-sátira fazendo referência à concorrência despropositada que tinham nas paradas de sucesso frente ao fenômeno das boy bands que dominavam o cenário. Embora Invisible Touch seja o disco mais emblemático dos Genesis, We Can’t Dance terminou por ser o mais vendido e detém a 77ª posição entre os álbuns com maior número de vendas no mundo.

Sou dentista 24 Horas em Piracicaba-São Paulo. Atendo em consultório particular de segunda a segunda, fazendo URGÊNCIAS com agendamento por telefone. Não atendo convênios e nem crianças. O atendimento é feito para Piracicaba e Região. Se está com problemas dentários e não encontra quem atende, por favor, ligue (19) 99674-5436.

Marcado com: , , , ,